Cândido Rodrigues – “Enamorada da Colina”


Fundada em 1906, sendo o Presidente da República, Afonso Augusto Moreira Pena.

Chama-se “Campin”, para os imigrantes italianos, em 8 de setembro de 1908, moradores do então Albuquerque Lins, recebem o primeiro trem da Estrada de Ferro Araraquarense.

A nascente povoação não ficaria no entanto com o nome de Albuquerque Lins, em 20 de novembro de 1908, recebem o nome de Cândido Rodrigues, em 13/06/1915, fundava-se a primeira Capela, sendo o padroeiro “Santo Antônio”, em 1916, chegava a iluminação pública e a primeira Escola, até hoje denominada “Rizzieri Polletti”, em 1917, instalava-se o Cartório da Paz, a 10 de outubro de 1919, passou a categoria de Distrito de Taquaritinga.

Pela Lei 5.285 de 18 de fevereiro de 1959, foi promulgada a sua Emancipação Político-Administrativa.

Em 1º de Janeiro de 1960, foi empossada a primeira Câmara Municipal.

Cândido Rodrigues, com suas produções diversificadas: Laranja, Tomate, Mamão, Amendoim, Feijão, Arroz e etc.... 

Cândido Rodrigues, sendo o maior Centro Comercial de Limão e Manga.

Dista da Capital do Estado por Ferrovia 405 Kms, e por Rodovia Asfaltada 350 Kms. – CEP 15930-000

 

 

Demografia

População Total: 2.613

Urbana: 1.946 

Rural: 667 

Homens: 1.287 

Mulheres: 1.326 

Densidade Demográfica (hab./km²): 37,60

Mortalidade Infantil até 1 ano (por mil): 15,80

Expectativa de Vida (anos): 71,25

Taxa Fecundidade (filhos por mulher): 2,64

Taxa de Alfabetização: 89,26%

Indice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,776

IDH-M Renda: 0,694 

IDH-M Longevidade: 0,771 

IDH-M Educação: 0,862

Hidrografia

Rio da Onça

Rodovias

SP-310

Área 

70 km²

Altitude

610 m

Clima

Tropical

Relevo

Planalto

Vegetação

Cerrado

 

Nosso Brasão

 

 

Nossa Bandeira

 

 

Hino Oficial de Cândido Rodrigues

De autoria do Munícipe “Dante Volante”, aprovado pela Lei 540\96, foi adotada como letra do hino oficial do Município a seguinte redação:

 

 “Minha querida Candido Rodrigues, terra de um povo heroico e destemido. Minha querida Candido Rodrigues, de gente simples valente e sempre unida. Oh minha terra querida brasileira. Linda cidade de encantos mil. Que luta por uma pátria altaneira. Esperança de São Paulo e orgulho do Brasil. Paz no futuro e gloria no passado. De vossos feitos e honra da nação. No berço da nossa criança inocente ao homem mais valente. Lutando com o coração. Pelos braços benditos da fé. Nos te saudamos óh Candido Rodrigues, tu és a honra da querida nação. Onde pulsa o generoso brasileiro coração."